Silvio Ximenes Imoveis

CANAIS DE RELACIONAMENTO

ENTRE EM CONTATO

  • 313247 - 1000VER NÚMERO

COMPRAR ALUGAR CÓDIGO Salvar nos favoritosFAVORITOS Busca através do Google MapsMAPA
Silvio Ximenes Imoveis
X
X
X
  • Decoração – 12 Dicas para sua casa nova!

    Decorar os ambientes pode ser um grande desafio para quem acaba de se mudar para uma casa nova! Imprimir personalidade, harmonia, aconchego pode não ser tarefa fácil para quem tem pouca intimidade com este universo de cores, tendências e design.

    Para elaboração dos projetos com soluções que atendam à rotina dos moradores é fundamental a participação de um profissional qualificado que irá entender às necessidades e utilizações de cada ambiente e apresentar as opções para cada espaço. É claro que nem todo orçamento cabe o arquiteto ou design de interiores que gostaríamos e muitas vezes é o bom senso nosso de cada dia que irá comandar as ideias e o projeto.

    Em época de Faça Você Mesmo e todas as possibilidades que a internet nos proporciona, fizemos uma lista com 12 dicas para ajudar quem acabou de comprar ou alugar um imóvel e está nessa fase de decorar os ambientes. Ah, e algumas inspirações também!

    Projeto by PAR3 Arquitetura

    1. Defina qual o principal objetivo de cada ambiente e funções secundárias que eles podem ter. Ex.: quarto de estudos, sendo opção para hóspedes; cozinha com opção de espaço para refeições rápidas.

    2. Conheça e anote as metragens de cada cômodo.

    3. Liste os móveis, eletrodomésticos e objetos que você já tem e que não abre mão de aproveitá-los, inclusive aqueles embutidos e planejados que já estão no imóvel e em bom estado. Para os móveis e eletrodomésticos que você está trazendo, é importante conhecer suas medidas e conferir se encaixam no ambiente que deseja colocá-lo.

    SilvioXimenes_decoracao
    Quarto by Haddad Marigo Arquitetura

    Dica especial: a menos que seja um móvel ou objeto de alto valor afetivo, se estiver com dificuldade para encaixá-lo no projeto, considere a opção de vendê-lo para ajudar na compra de um novo mais adequado.

    4. Liste para cada ambiente os móveis e eletrodomésticos que são essenciais para ele e os que são desejáveis. Exemplo: para o quarto, cama e armário são essenciais e uma poltrona de leitura ou uma TV podem ser desejáveis. Lembre-se: pense no que é essencial para você! Se você prefere dormir na rede com a TV ligada, faça desses itens as suas prioridades.

    5. Feito o item 4, defina o espaço que cada móvel ou eletrodomésticos terá. Comece pelos maiores e essenciais! Busque de novo a trena e anote as metragens. Você não quer correr o risco de comprar algo que não cabe no ambiente, certo? Aqui é fundamental considerar os pontos de energia, TV e afins que o cômodo já tem para os aparelhos que precisam de tomada, além do espaço necessário para circulação.

    Dica especial 2: se você for dessas pessoas que gostam de mudar tudo de lugar toda hora, planeje bem essa etapa para manter as possibilidades de mudança no ambiente.

    6. Chegou a hora de definir se haverá compra de armários e bancadas planejados em algum ambiente. Como são fixos, eles devem ser considerados primeiro no projeto.

    SilvioXimenes_decoracao_sala
    Alberto Radespiel para Morar Mais 2015

    7. Escolha o estilo de decoração que mais te atrai e combina com você. Minimalista, rústico, romântico, moderno… As opções são muitas e essa pode ser a parte mais difícil, pois é possível se apaixonar por mais de um estilo e querer todos em um só ambiente. Misturar estilos é possível, mas requer mais cuidado e atenção para não ficar um ambiente completamente sem identidade ou até desconfortável esteticamente. Se esse é o seu caso, você vai precisar de mais tempo de pesquisa e estudo. A melhor forma de passar por essa fase é acompanhar revistas, sites, blogs e programas de decoração. Leitura e fotos para inspiração são fundamentais aqui.

    8. Além dos móveis, é importante considerar portas, pisos e paredes no projeto. O que precisará ser trocado e o que será mantido. Lembrando que cores e texturas nas paredes podem fazer a diferença no resultado. Sem falar dos papeis de parede que estão super em alta.

     

    9. Hora de falar do ponto delicado: orçamento! Pesquisas de preço são fundamentais. Nem sempre dá para encaixar o móvel ou eletrodoméstico dos sonhos no orçamento, mas cuidado para o barato não sair caro. Tenha em mente as especificações mínimas que irão atender os moradores no curto, médio e longo prazo. Considere que os itens mais caros são os de maior durabilidade, ou seja, são aqueles que estarão com você por mais tempo e precisam continuar servindo bem às suas necessidades. Outra dica é priorizar o que é essencial para o funcionamento da casa. Os itens menos relevantes podem perfeitamente ficar para um segundo momento. Acrescente também os gastos com mão de obra para montagens e instalações. Aqui, seus melhores amigos serão a calculadora e a ponta do lápis! Ok, pode ser o Excel também, se você for mais digital. O importante é ter consciência dos valores previstos para não extrapolar o orçamento. Calcule o montante disponível para pagamentos à vista e utilize essa vantagem nas negociações. O que não tiver desconto, talvez o parcelamento seja a melhor opção. Mas atenção, financiamento requer cuidado. Faça um cálculo antes de quanto é possível se comprometer com as prestações!

    Marco Dias Reis para Morar Mais 2015

     

    10. Outra área que traz um mundo de possibilidade é o da iluminação! Um modelo ou outro pode mudar o clima e o estilo de um ambiente! Além de levar em conta a estética, tem as questão de economia e durabilidade que envolvem a escolha dos tipos de lâmpadas. A dica é procurar lojas especializadas e buscar orientação com os profissionais do ramo.

     

    Projeto by Haddad Marigo Arquitetura
    Projeto by Haddad Marigo Arquitetura

     

    11. Cores! Assim como o estilo, tenha em mente o que mais te agrada. Base neutra com detalhes coloridos, ambientes monocromáticos, cada coisa de uma cor… Tudo é possível e você pode definir um tipo para cada ambiente. Planeje antes e busque os pontos de comunicação entre as cores para trazer sempre a harmonia e não enjoar das suas escolhas.

    12. Por fim, os detalhes! Na maioria das vezes são eles que dão a identidade na decoração. Buscar objetos e temas que tenham significados para os habitantes da casa é a forma mais fácil de fazer isso e cada cômodo pode ganhar um ar único e personalizado!

    Agora é mãos à obra! Inspire-se com as imagens que selecionamos e sucesso na empreitada!

     

    SilvioXimenes_decoracao_cozinharosa
    Patricia Hauck para Morar Mais 2015

     

    SilvioXimenes_decoracao_banhos
    Banhos: Pavilhão Arquitetura e Design para Morar Mais 2015 e PAR3 Arquitetura

     

    MarciaCarvalhaes_Petronio
    Quarto do Casal por Márcia Carvalhaes. Foto: Petrônio Amaral

     



COMPRAR ALUGAR CÓDIGO